quarta-feira, 14 de junho de 2017

9 meses de inverno e 3 de inferno

Desde de pequena que me lembro de ouvir este dito popular para caracterizar a grande variação térmica do clima de Trás-os-montes. Mas a verdade é que, já à uns anos que o dito não se cumpre. Este ano parece que se vai seguir a tradição. Aos poucos meses de inverno, que nem foi muito agreste, segue-se agora um Junho, quente e com temperaturas elevadas. Acho que por aqui já não estávamos habituados a estas temperaturas e nem me lembro de tanto calor neste mês de santos populares.


Vamos ver se nos verdadeiros meses de praia o calor vai cá estar ou vamos andar no veste e despe habitual.

sexta-feira, 9 de junho de 2017

Simplicidade

As coisas mais belas da vida são as mais simples. A beleza anda de mãos dadas com a simplicidade. Basta olhar para uma simples rosa, coberta pelas gotas de orvalho... tão simples e tão bela!
 Foto: Silvia Inocentes (Maio 2017)
A simplicidade é o mais puro estado da realidade. A rosa cumpre o seu ritual de existir, etapa a etapa, desde de semente a flor, até murchar... o ciclo da vida, sem pressa. Contrariamente à nossa existência, queremos muito, depressa, ao mesmo tempo e acabamos por ficar presos numa confusão de desejos. Queremos tudo e por vezes ficamos sem nada. Quem muito quer, carrega demasiado consigo, gastando energias e perdendo muito do que o rodeia. Vive preso a futilidades, ao supérfluo e acaba por não aproveitar a simplicidade da vida.
Aos poucos vou-me libertando dos meus pesos. Sinto-me mais leve, mais calma. Não anseio por muito, quero uma coisa de cada vez. A simplicidade é leve, sem complicar, valoriza o que vem do coração. Tenho em mim a ideia de que quando simplificar plenamente a minha vida irei ser mais feliz.

quinta-feira, 1 de junho de 2017

Organização inteligente

Às vezes, é tão fácil que até ficamos a pensar... como não nos lembramos disto?😉



Não há desculpas para não ter roupas e cozinha organizadas. Já uso o truque das "anilhas" ou abas das latas nos meus roupeiros e de facto resulta. Ganhei espaço e principalmente organização. Adorei o organizador feito com feltro... fácil...fácil e comprados são caros 😛

Vamos lá... mãos à obra!

terça-feira, 23 de maio de 2017

O tamanho de uma pessoa é importante?

Esta questão surgiu porque a minha filhota andava sempre preocupada com a sua altura. Ela não é das mais baixas da turma, mas tem colegas que são altas e ela vivia o tempo todo preocupada com a sua altura. Esta questão da altura, para mim nunca foi importante, mas a ela metia-lhe confusão. Então um dia chegou da escola muito arreliada porque um menino da turma lhe chamou baixinha. Achei que era hora de resolver a questão de uma vez por todas. E daí surgiu a pergunta: o tamanho de uma pessoa é importante?

O tamanho importa sim.

A pessoa é grande quando nos trata com carinho, respeito, educação, nos ensina e aprende também, quando se pode confiar, demonstra amizade e amor. É pequena quando é egoísta, só olha para o seu umbigo, é desrespeitosa e mal educada, não valorizando, nem estando presente nos momentos importantes.

Uma pessoa é enorme, quando sabe perdoar, quando ajuda o outro, quando luta pelos seus objectivos, sem artimanhas e falsidades, mas a pessoa é pequena quando pisa e não olha a meios para atingir os fins, sem se importar com os sentimentos alheios.

O tamanho importa sim, mas não o tamanho físico. O que importa é o tamanho das atitudes da pessoa. Conheço muita gente, que é só altura, mais nada. Vazios de tudo. E conheço meio metro de gente, que luta pelos outros e que tem atitudes de gigante.

Por isso, não importa se se é pequena, importa sim ser grande no que é importante. 

A minha filha de baixinha não tem nada, é inteligente, carinhosa, respeitadora, educada. Muito amiga dos seus amigos, fica “nua” para ajudar os outros. Tem um coração tão grande, é excelente aluna, dedicada e muito firme nos seus objectivos, mas jamais prejudicaria um colega para atingir as suas metas. Tem honra, sabe liderar sem impor. Pode parecer que como mãe estou a exagerar, mas isto é dito pelas pessoas que a rodeiam (professores, colegas, funcionários da escola, pais). 

E foi isto que eu tentei que a minha filhota tivesse presente.

Que o tamanho não se mede em centímetros, mas nas acções e atitudes. Não é a altura que tornam uma pessoa grande, é aquilo que ela é enquanto pessoa efectiva. E tenho muito orgulho em dizer que tenho uma filha GIGANTE.


Como diz o ditado português “as pessoas não se medem aos palmos” 

segunda-feira, 22 de maio de 2017

Caminhando pela vida

Caminhando pela vida
Foto: Silvia Inocentes (Figueira da Foz, nov. 2015)

"Antes de julgar a minha vida ou o meu caráter... calce os meus sapatos e percorra o caminho que eu percorri, viva as minhas tristezas, as minhas dúvidas e as minhas alegrias. Percorra os anos que eu percorri, tropece onde eu tropecei e levante-se assim como eu fiz. E então, só aí poderás julgar. Cada um tem a sua própria história. Não compare a sua vida com a dos outros. Você não sabe como foi o caminho que eles tiveram que trilhar na vida." (Clarice Lispector)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...